Cólicas, menstruação irregular, pelos grossos... e o diagnóstico: Síndrome do Ovário Policístico

quarta-feira, 18 de novembro de 2015


Desde a minha primeira menstruação sofro com as malditas cólicas.
Acho que isso é um mal que 99% das mulheres sofrem. Oh coisa ruim!! 

No começo era até suportável e normal também, mas daí a coisa piorou. Piorou a ponto de nenhum medicamento convencional servir pra tanta dor. Todo santo mês era uma ficha no hospital só pra tomar medicação na veia. Depois de tanto sofrer, realizar vários exames médicos, veio o diagnóstico: ovário policístico. Eu muito nova, nem sabia o que diabos era isso e infelizmente até hoje existem mulheres que sofrem desse problema e não sabem... não foi diagnosticado ou simplesmente não sabe o que é.


O post de hoje é mais um esclarecimento sobre o que é esse tal de Ovário Policístico e o que ele influencia na vida de que tem.
Bom meninas, falando de uma modo bem simples o ovário policístico é um ovário cheio de cistos, podendo ser micros (ovário micro policístico), médio ou grandes. A causa não é específica, pode variar e vai de aumento da produção de insulina pelo nosso corpo ou até elevada quantidade de hormônio masculino.
Esses cistos alteram demais o sistema hormonal de uma mulher e por isso causam tantos distúrbios.

Os principais sintomas são:
  • Atrasos na menstruação
  • Aumento de pelos no rosto, seios e abdômen;
  • Obesidade;
  • Acne
  • Cólicas menstruais
Meus maiores sintomas são realmente as cólicas e alguns pelos mais grossos, menos mal.
Ai você pensa: Aí meu Deus. Obesidade... acne... tudo que uma mulher não gosta. Pois é, a situação não é nada boa. Além desses sintomas o ovário policístico pode predispor o desenvolvimento de diabetes, doenças cardiovasculares, infertilidade e câncer do endométrio. (Trecho retirado do site: Minha Vida - Síndrome do Ovário Policístico)

O diagnóstico é feito de forma simples, com exames de ultrassom e laboratoriais.

Mas, e o tratamento? Tem cura?
Infelizmente não há cura, mas sim, há tratamento. Pode ser por anticoncepcional (o mais utilizado) ou procedimento cirúrgico. Além disso, atividade física e uma boa alimentação ajudam e muito nos sintomas. 

Pra mim menstruação era algo TERRÍVEL, porque eu morria de dores e eu só conseguia pensar que ia passar os próximos anos da minha vida sentindo e sofrendo com isso. 
Daí que a minha médica me indicou e prescreveu um anticoncepcional. Mas, porém, todavia, contudo, anticoncepcional é algo que na minha visão traz coisas boas e muito piores depois (Não vou entrar no mérito de falar de anticoncepcional, porque o post não é sobre isso). Por esse motivo eu nunca me arrisquei em tomar. Continuei sofrendo por mais alguns longos anos, até que um dia uma médica MARAVILHOSA, num dos meses em que fui ao hospital pra tomar medicação na veia, me indicou um remédio que hoje é essencial na minha vida. Ufa.
Hoje posso dizer que SIM, vivo normalmente.

O importante do ovário policístico é o diagnóstico precoce e claro, um bom tratamento.
Por isso, não deixe de consultar uma ginecologista, ela é essencial na vida de nós mulheres. :)







2 comentários :

  1. Também sofro com Síndrome dos Ovários Policísticos. :/ Foi muito bom ler esse teu post. Infromação nuca é demais! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andrezza, obrigada por acompanhar o Blog. Que bom que você gostou! Informação nunca é demais mesmo. Assim, uma ajuda à outra.
      Volte sempre :D

      Beijooo linda!

      Excluir